Thursday, May 18, 2006

Carta aberta para Concy Maduro

Querida Concy, confesso que de início cogitei a possibilidade de deixar tudo como está: você pensa que eu sou quem eu não sou, enquanto de cá eu calo e consinto em ser quem você pensa que eu sou, embora eu não seja.
Caso você seja quem eu penso que você é, e ainda que não seja, fico lisonjeado com sua ilustre visita. Volte sempre, e bem vinda seja.
Mas pense em mim como alguém que você não sabe quem é, pois que tenho o dever moral de informá-la que eu não sou quem você pensa que eu sou, muito embora eu tenha quase total certeza de saber quem você é.

Afinal, um de nós dois apareceu na TV ;)

5 comments:

concy maduro said...

meu admirador secreto e famoso.

ana said...

coitada da paraiba ou digo nortista.sorry,corda pra vida e se contente com aquele italiano que fede..

Anonymous said...

que mal,gosto agora o recalque das duas viraram acusaçoes.que feio descriminar alguem por ter origem humilde e nao ter acessor a uma educação de qualidade pessoas,ignorantes também tem o direito de sonhar..s´espero agora que vcs fiquel se acusando e esquesam o nome de outras pessoas,pois memo que uma sonhe em ter um homem"famoso",e a outra a ache sem classe tudo bem só parem de usar este espaço para,trocar farpas.obrigado.ps:boa educação e um grande tesouro

alguém said...

..rss,tão secreto que nem ele mesmo sabe!

algúem said...

coitada,de vc não sei se,vc saber mas existe um profissional que e especializado em casos como o seu..o nome dele e psicologo ;e psicologo e porque vc sofre de serios disturbios psicologicos,vá se tratar.